Registro do processo de trabalho de docentes da rede pública, estudantes e pesquisadores de artes visuais: - Investigação de procedimentos fotográficos históricos e artesanais em relação com o ensino da arte; / - Reflexão sobre a relação entre processo educativo, fotografia, arte, tecnologia e produção e circulação da imagem fotográfica na contemporaneidade; / - Expressão artística do grupo.

Percurso de trabalho relatado pelos bolsistas: 2018 - Fernando de Sousa Rodrigues (EBA/PIBIC/Coordenação), Daniela Schmidt Castro (EBA/Profaex), Gabriel Amorim Ribeiro (Letras/Profaex), Rafael (EBA/PIBIAC), Isabel (Letras/PIBIAC), Alice Branquinho (CAp/PIBIC-EM), Isabela Magalhães (CAp/PIBIC-EM) / 2017 - Fernando de Sousa Rodrigues (PIBIC), Romulo Andrade de Oliveira (PIBIAC), Luiz Henrique Duarte (PIBIAC), Myllena Araujo (PIBEX), Ramon de Oliveira Fonseca Filho (PIBIC-EM). / 2016 - Alineleni Yuma, Fernanda Almeida (PIBIC-EM), Fernando de Sousa Rodrigues (PIBIAC), Luiz Henrique Duarte (PIBIAC), Myllena Araújo (PIBEX Especial), Ramon de Oliveira Fonseca Filho (PIBIC-EM), Ricardo Kranen (FAU/PIBIC), Thiago Ortiz / 2015 - Alineleni Yuma (PIBIC), Barbara Borges (DireçãoTeatral/PIBIAC), Fernanda Almeida (PIBIC-EM), Fernando de Souza Rodrigues (PIBIAC), Luiz Henrique Duarte (PIBIAC), Myllena Araújo (PIBIAC), Ricardo Kranen (FAU/PIBIAC), Thiago Ortiz (PIBIAC) / 2014 - Alineleni Yuma (PIBIC), Maytê Lyrio, Quesia Alves, Rafael Ribeiro (PIBIAC) / 2013 - Fabricio Delesderrier (PIBEX), Ester de Barros, Leandro Farias, Maytê Lyrio e Thayssa Conti (PIBIAC).

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Mesa 3 - Alem do Visivel: Dimensão Politica da Arte e da Educação

Seminario Escrever com Luz

Mesa 3
Alem do Visivel: Dimensão Politica da Arte e da Educação

Paula Trope (Artista Visual)
Tatiana Altberg (Fotógrafa, Projeto Mão na Lata)
Coletivo FotoExpandida
Marcio Rolo (EPSJV-Fiocruz)

Mediação: Paulo Vaz (FE-UFRJ)



Oficina - Camara Escura e Foto - Poética da Pinhole

Oficina com a artista visual Rosa Bunchaft




















Turma da oficina experimenta a câmara escura feita com o balde
CINEMA BALDIO - câmara escura em movimento










































Rosa Bunchaft orienta a utilização do balde como câmara escura

Eunice - tomada fotográfica com sua câmera pinhole de balde na Urca


















Turma da oficina - com suas câmeras pinholes de balde na Urca


Laboratório fotográfico da ECO-UFRJ /
revelação da imagem fotográfica obtida pela pinhole de balde

Imagem obtida com a câmara pinhole feita com o balde - Eunice






















quinta-feira, 23 de outubro de 2014

MESA 1
Tecnologia e Imaginário: Vestígios e Trajetórias no Ensino da Arte

Rute Gusmão (Artista Plástica)
Denise Cathilina (EAV - Parque Lage)
Claudia Mauad (Artista Plástica/ Coord. Artes Visuais Colégio Pedro II)

Mediação: Wilson Cardoso (FE-UFRJ)

Claudia Mauad

Seminário ESCREVER COM LUZ - Abertura

Mesa de Abertura

Cristina Miranda (Investigações Fotográficas Cap UFRJ)
Moema Quintanilha / Wilson Cardoso (Prática de Ensino FE- UFRJ)
Aurélio Antonio Mendes Nogueira (Licenciatura EBA – UFRJ )
Verônica de Almeida Soares (EPSJV – Fiocruz)
Mario Orlando Favorito (Setor de Artes Visuais Cap - UFRJ)

No final dos anos 70, a artista Regina Alvarez realizou a primeira oficina de fotografia pinhole no Brasil. A artista, em seu trabalho como educadora, por meio da técnica pinhole, abordava questões conceituais da formação da imagem e da poética criadora. A construção de poéticas visuais por meio de processos fotográficos históricos e artesanais (Camara Escura, Pinhole, Cianotipia, Daguerreotipia, Goma Bicromatada, entre outros) sempre caminhou ao lado de processos formativos educativos no campo das artes. sobretudo no que se refere à subversão da função das máquinas/programas manejadas/os no sentido contrário da sua produtividade programada conforme indica a discussão flusseriana da caixa preta.
A pesquisa sobre as artes visuais e o ensino de artes hoje inclui, necessariamente, a reflexão sobre o papel destes processos fotográficos na criação de poéticas visuais. Com o Seminário Escrever com Luz, objetivamos aprofundar esta reflexão, discutindo o processo educativo em relação com a fotografia, a arte, suas experimentações e interações com tecnologias e a produção e circulação da imagem fotográfica no cotidiano e na contemporaneidade.

Organização: CAp-UFRJ / EPSJV-Fiocruz / Projeto INVESTIGAÇÕES FOTOGRÁFICAS”



Oficina – Câmara Escura: Técnica e Poética

Seminário ESCREVER COM LUZ, OFICINA Câmara Escura: Técnica e Poética, com o fotógrafo e artista visual Dirceu Maués.






quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Exercitando a fotografia pinhole

AUSÊNCIAS - álbum enviado por Gabriel Monteiro.

"Adorei conhecer a técnica de pinhole e suas provocações ao pensamento, principalmente quanto ao tempo." (Gabriel Monteiro)








quinta-feira, 9 de outubro de 2014